A Sociedade Musical Bachiana Brasileira - SMBB

 É uma associação civil, de caráter privado, sem fins lucrativos, tornada Bem de Utilidade Pública Federal através do Processo 08000-019379/99-00 de 4/4/2000 do Ministério da Justiça. Seu objetivo é a produção e a realização de atividades de música clássica, tais como: concertos, recitais, óperas, musicais, gravações, festivais, cursos de extensão, assim como seminários de música, aulas e atividades similares, realizados com alto padrão de qualidade e profissionalismo, nos quais todos os recursos auferidos são reinvestidos em prol de novos eventos musicais e de seu próprio desenvolvimento e expansão.

O início


Criada em 1986, a SMBB nasceu com o objetivo de difundir a música de J. S. Bach e a de compositores brasileiros. Existiu de fato durante um ano com uma orquestra de 30 instrumentistas e um coro com 48 cantores, tendo suas atividades paralisadas quando seu fundador, o Maestro Ricardo Rocha, foi selecionado pela fundação alemã Konrad Adenauer para uma bolsa de pós-graduação em Regência na Alemanha, nas áreas de concertos sinfônicos e ópera, a partir de 1988.

Com o regente de volta ao Brasil, a SMBB foi registrada no dia 10 de outubro de 1993, objetivando dar ênfase especial à difusão da MBC - Música Brasileira de Concerto - e da obra de J. S. Bach, entre outras do repertório tradicional e contemporâneo internacional.

A razão do nome SMBB - Sociedade Musical Bachiana Brasileira

Foi Villa-Lobos quem primeiro percebeu a profunda ligação entre a pulsão da música de J. S. Bach e a da nossa ‘Terra Brasilis‘. Desta percepção, deixou-nos um legado genial na forma da conhecida série Bachianas Brasileiras, na qual, em nove obras com distintas formações, nos oferece a alma de nosso povo vestida em corpo bachiano. Assim como a música do povo brasileiro encontra profunda afinidade com a música de J. S. Bach, brilhantemente sintetizada por Villa-Lobos nesta série, também os fundadores da SMBB têm grande afinidade com a música de Villa-Lobos e a música de Bach. Daí, a inspiração para o nome da entidade.